Menu
Parceiros
RuneScapeTuga - A Sua Aventura Começa Aqui!
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Fim ou perdão
por wallaceguitar Qua Dez 12, 2012 3:47 pm

» Felicidade ou solidão
por wallaceguitar Ter Set 11, 2012 8:51 pm

» Valkyrie Memories
por Cross Ter Ago 14, 2012 6:29 pm

» Minha flor
por wallaceguitar Qui Ago 02, 2012 8:39 pm

» Dilema entre o amor e a dor
por wallaceguitar Sex Jul 27, 2012 7:02 pm

» One piece fdsfds
por Cross Qua Jul 04, 2012 12:04 pm

» Inconspícua liberdade
por wallaceguitar Dom Jul 01, 2012 4:09 pm

» Minha vida
por wallaceguitar Qui Jun 28, 2012 2:02 pm

» A contestação da vida
por wallaceguitar Ter Jun 19, 2012 8:36 pm

» Nada existe sem você
por wallaceguitar Sab Jun 16, 2012 2:49 pm

Relógio

Pandora Contract

Ir em baixo

Pandora Contract

Mensagem por Cross em Sex Maio 18, 2012 4:45 pm

Sinopse: Tudo começou com o aparecimento repentino de uma estrela violeta, atualmente essa estrela recebe o nome de "Estrela Pandora", com o aparecimento da estrela, algumas pessoas ganharam habilidades especiais, essas pessoas são conhecidas como Contratantes, ou apenas Assassinos, esses "contratantes" são pessoas que ganharam poderes através da estrela, mas ninguém sabe o motivo desses poderes digamos que apenas os contratantes sabem a verdade, mas para usar esses poderes eles devem pagar um preço alto. Esse preço vária de acordo com o contratante. Agora Organizações especiais reúnem esses contratantes e os usam para seus próprios desejos egoístas, mas um segredo esconde a verdade da "Estrela Pandora" e só o tempo poderá revelar tal segredo.
Resumo:
Prólogo: O Surgimento da Estrela


O Céu dessa noite estava bastante estrelado, poucas nuvens noturnas passavam pelo céu. A luz da lua brilhava intensamente, realmente uma noite agradável e tranquila. Duas crianças estavam sentadas na grama observando as estrelas, seus olhos brilhavam juntos da luz noturna. Mas não era uma cena tão agradável quanto à noite, seus corpos estavam feridos, a criança mais nova, uma garota que aparentava ter apenas 9 anos estava com poucas feridas, parecia que ser irmão estava mais machucado.

- Nii-san... – Dizia ela com sua voz suave e inocente.

- Sim?... – Seu irmão exclamava com voz tremula, ele estava bastante cansado, mas mesmo assim continuava dando atenção para sua irmã.

- O que são pessoas corajosas? – A voz saia um pouco mais serena, seus olhos inocentes refletiam a luz da lua. O irmão da pequena garota ficava um pouco espantado com aquelas palavras, mas dava um leve sorriso.

- São aqueles que mesmo diante dos momentos mais difíceis de sua vida, conseguem sorrir e permanecer calmos! – O irmão respondia com um leve sorriso sincero em seu rosto.

A inocência de ambos os irmãos refletia com a luz das estrelas, mas aquele momento de paz e tranquilidade não duraria para sempre, a noite serena era traiçoeira e maléfica. De repente as estrelas do céu começam a cair uma por uma, os irmãos olhavam para o céu impressionados com a cena, mas apenas as estrelas perto da lua caiam logo uma grande explosão acontecia no céu, uma explosão de energia roxa. Dessa imensa explosão surgia uma grande estrela da mesma cor da explosão.
A pequena garota sorria para o irmão, e logo seu corpo brilhava, o irmão da garota ficava assustado.

- O que esta acontecendo? – Ele perguntava assustado

- Adeus Nii-san... – A jovem menina deixava algumas lagrimas caírem, o irmão da garota corria em direção a ela que se elevava aos céus.

- ESPEREE!!! – O jovem ruivo gritava com todas as forças e então se perdia em seus pensamentos...

- Onde estou? – O garoto se encontrava em um local diferente, não havia paredes nem chão, a única coisa que havia era o céu ainda estrelado, mas esse não era o céu verdadeiro.

- Você deseja salvar sua irmã não é mesmo? – Dizia uma voz que vinha do vazio.

- Sim – O garoto respondia sem hesitar.

- Então venha... Assine o contrato de sangue, e salve sua irmã de um destino cruel. – A voz parecia estar feliz, mas não pela coragem e determinação do garoto, certamente ela possuía segundas intenções.
O garoto deixava seus pensamentos vazios, seus olhos perdiam totalmente o brilho que antes se refletia a lua. Agora ele andava em direção à luz roxa e desaparecia!

- Adeus irmã! –

O jovem garoto agora se encontrava em pé ao lado de sua pequena irmã desmaiada. O cabelo negro do garoto mudava, ficando vermelho, seu olho direito estava completamente vermelho emanando uma aura estranha, enquanto seu olho esquerdo derramava lagrimas de tristeza.
O garoto se virava e deixava sua irmã deitada no chão.

10 Anos depois
Tokyo: 23 horas e 13 minutos

Noite de Lua cheia! O céu era iluminado pelas estrelas, uma pequena nuvem passeava pelo céu cobrindo a luz da lua, o barulho das viaturas da policia era constante, para uma noite tão linda, ela estava bastante agitava, por entre os telhados das casas e prédios daquela cidade, um homem corria sem parar saltando de laje em laje sem se preocupar em cair, ele parecia estar bastante cansado, certamente por estar correndo há muito tempo, mas ele estava correndo com razão, um vulto era percebido logo atrás dele, ele virava a cabeça para trás desesperado, mas não percebia nada, de repente ele olha para frente e vê uma pessoa de jaqueta preta logo a sua frente, seu olho direito era tapado por um tapa-olho e seus cabelos eram vermelhos vivo!

- Você pensou que poderia fugir a noite toda? Pensei que você fosse mais esperto!... Dizia o homem de jaqueta preta, ele estampava um sorriso sínico em seu rosto. O homem que estava sendo perseguido recua para trás em desespero, ele olha para o inimigo a sua frente e o começa a encarar seriamente.

- Acho que eu nunca conseguiria fugir do “Scarlet Phantom”, finalmente consegui entender o motivo desse nome... O homem dizia calmamente, agora todo seu desespero já havia acabado, por mais incrível que pareça o homem sorria para o inimigo.

- Acho que você é realmente corajoso... O ruivo exclamava coçando a cabeça.

- Por quê? .- Perguntava o homem, eles se encaravam seriamente, as nuvens passeavam no céu tranquilamente, e nem por um segundo os dois homens paravam de se encarar, até que a risada do ruivo quebrava tal silencio sufocante.

- Por conseguir... Sorrir para a morte. – Ao terminar de dizer a frase, o vulto do homem ruivo passava ao lado do homem, em poucos segundos o sangue do homem acertado jorrava sem parar, manchando o chão de vermelho.

- Acabei o serviço... Estou recuando! – O ruivo saltava do prédio e desaparecia sem deixar rastros, não demorava, para que a policia invadisse aquela área e recolhessem o corpo derrotado.

Das sombras surgia o corpo de um homem, ele usava terno cinza juntamente de um chapéu da mesma cor, ele apenas acendia seu cigarro com toda a tranquilidade, como se não tivesse ocorrido nada naquele local. Ele olhava para a estrela roxa, que agora se encontrava ao lado da lua.
avatar
Cross
Administrador
Administrador

Mensagens : 31
Estrelas : 13
Data de inscrição : 23/04/2012

Ver perfil do usuário http://fanfic-online.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Cross em Sex Maio 18, 2012 4:47 pm

Festa de Sangue. Part 1


Tokyo: 14h23min
Um homem ruivo andava pelas ruas de Tókio calmamente, suas mãos estavam dentro do bolso de sua jaqueta branca, seu tapa-olho posicionado no lado direito chamava bastante atenção das muitas pessoas que passavam pelo local, mas ele parecia não se importar para essas pessoas, simplesmente continuava sua caminhada em direção a uma praça.

-Tsc*... O homem entrava na praça e sentava em um banco, ele olhava para as pessoas passando e as crianças brincando naquele local, tudo acontecia com tanta naturalidade, mas seu olhar era frio, seu olho esquerdo, o único que dava para ser notado, mostrava o sentimento de vazio, mas não sincero, como se aquilo não passasse de uma cena de filme qualquer.

Não demorava muito para que ele recebesse companhia. Um homem alto e forte, usando um blusão índigo estampado e calça branca, sentavam no mesmo banco, ficando no lado esquerdo do ruivo, eles não diziam nada, nem ao menos trocavam olhares, aquela era uma cena bastante incomum, para quebrar aquele silencio mortal, o homem de blusa estampada pegava um pote de remédios, ele tirava três pílulas e calmamente as levava até a boca tomando-as sem preocupações, o ruivo olhava para o homem ao lado de "rabo de olho" e logo dava um suspiro.

- Cadê a Lin? Ela esta atrasada... – Dizia o ruivo, ainda olhando para as crianças brincando, ele esperava a resposta do homem alto, mas o acompanhante não respondia fazendo o ruivo dar outro suspiro desanimador...

- Você continua sendo um homem de poucas palavras... Kazuiya. – O ruivo agora olhava para o homem ao lado. – É bom te ver também Kenji... – Respondia o homem tranquilamente

Apesar do estranho cumprimento de ambos, uma leve sensação de tranquilidade trazida pelo vento suave passava por ali. Alguns minutos se passavam, até que uma garota aparecia na frente dos homens ela devia ter 17 anos no máximo, sua pele era pálida como a lua, seus cabelos rosa balançavam juntamente ao vento...

-Ola. – Dizia a garota friamente, sua voz ecoava levemente sendo levada pelo vento...

-Esta atrasada. – Kenji resmungava cruzando os braços e olhando para a garota de cabelos rosa, enquanto isso Kazuiya tomava mais três pílulas de remédio, a garota continuava parada em frente aos colegas.

- Agora que os três estão aqui... Vamos ao que interessa. – Uma voz ecoava do nada, de repente uma pessoa saia de cima de uma árvore.

- Takato... Por que você nos chamou? – Kenji dizia, ainda com os braços cruzados.

A pessoa se revelava por completo, se mostrando uma criança, que não passava dos 14 anos, seu cabelo era negro e bagunçado, ele esboçava um grande sorriso, mas não parecia ser verdadeiro.

- Negócios... A Organização tem um trabalho para vocês. – O garoto olhava para os contratantes a sua frente, sua expressão mudava, ficando um pouco mais séria e sem emoções. – Bom... O negocio é o seguinte. Existe uma ficção que esta fazendo “sucesso”, entre os mafiosos e organizações iniciantes, eles estão vendendo um novo produto, denominado Orion, isso não passa de uma droga desenvolvida por laboratório, que serve para “tirar” a dor das pessoas, tanto fisicamente quanto mentalmente.

- E porque a organização está tão interessada nessa droga? – Perguntava Kazuiya sem o mínimo interesse na resposta, ele apenas perguntava para demonstrar serviço, o que conseguia arrancar alguns sorrisos de seus companheiros.

-Bem... Essa droga foi desenvolvida inicialmente na Organização... Mas um dos cientistas fugiu e decidiu criar essa facção e assim vender a droga normalmente, a organização simplesmente quer que vocês matem o cientista e destruam o laboratório juntamente com as drogas. – Takato dizia dando uma leve risada maliciosa, aquele trabalho não seria fácil, e ele sabia muito bem disso... Ele já gostava de se divertir vendo seus colegas trabalhando, apesar da aparência jovem, sua mente estava em um nível elevado demais para a compreensão.

-Parece que não temos escolha... Vamos aceitar, e você Lin? O que acha, até agora você não disse uma palavra... – Kenji, se levantava e olhava para a linda jovem do seu lado, a garota não ligava para seus companheiros, seus olhos continuavam vazios e sem demonstrar sinais de sentimentos, ela olhava para Kenji.

- Não tenho escolha... – Ela dizia friamente, mesmo sendo tão fria, sua voz ainda ecoava calmamente pelos ouvidos dos colegas.

-Bem... Irei dar a localização do alvo de vocês. – Takato se virava e abria uma bolsa, tranquilamente ele retirava alguns papeis e distribuía para os outros três. – Esse é o alvo, o Dr. Bradok, tomem cuidado, ele possui alguns seguranças e muitos deles são contratantes. – Após terminar sua fala, Takato se virava e saia da praça olhando para os lados de um jeito infantil.

- Kazuiya e Lin... Vamos nos encontrar em frente ao local combinado... Por enquanto é só. – Kenji dizia e se retirava, colocava suas mãos entre os bolsos e começava a andar sem olhar para trás, deixando seus parceiros sozinhos. Mas não demorava para que eles também saíssem do local.

Algum lugar de Tókio: 22h00min

A noite finalmente caia no céu do Japão, a estrela Pandora iluminava a escuridão, dividindo sua luz com a lua, o frio dominava aquela noite serena... As pessoas andavam na rua vivendo suas vidas normalmente, mal sabiam elas que até mesmo a mais fria noite, escondia seus segredos mais profundos.

No interior de um prédio, um dos mais altos da cidade, se escondia uma verdadeira cobra, ou deveríamos dizer fantasma? Bem... Kenji se escondia atrás de uma parede, seus movimentos eram leves e silenciosos. Um dos guardas se aproximava da parede que o jovem ruivo se escondia, mal sabia ele que teria sua última noite. Um único movimento bastava para que o vulto do ruivo fizesse o corpo do guarda cair no chão.
Kenji olhava para o guarda agora sem vida, seus olhos eram frios, mas deixava um leve feixe de tristeza escapar, o ruivo abria uma porta de segurança sem problemas, e depois ia mais fundo, indo em direção a algum lugar do prédio.

- Lin... E agora? – Ele perguntava, falando através de um comunicador.
-Vire à direita... Haverá um guarda te esperando, depois pegue o elevador e vá para o último andar. – Uma voz saia pelo comunicador de Kenji, sem sombras de duvidas eram a própria Lin, ela se encontrava em frente ao prédio, por sua aparência juvenil, ninguém poderia suspeitar

Kenji seguia as ordens de Lin sem questionar, ele sabia muito bem das habilidades de sua parceira e confiava totalmente nela, apesar de não demonstrar isso. Realmente aquele era um time estranho.
Kenji chegava a frente a um elevador, e como esperado um guarda estava lá para dificultar a vida dele, o ruivo apenas dava um leve suspiro, o guarda o notava e avançava em sua direção, Kenji continuava parado, logo com um único soco mirado na barriga, derrubava o guarda sem dificuldades.

- Menos um... – Dizia Kenji friamente. Ele apertava o botão do elevador, quando as portas se abriam, dava para ser visto muito sangue espalhado pelo local e um homem alto parado de braços cruzados, na verdade o homem era Kazuiya. A operação finalmente dava inicio, Kenji entrava no elevador e se encontrava com seu parceiro, ambos seguem até o último andar.

- Kenji, Kazuiya... Tomem cuidado, por algum motivo minhas habilidades não conseguem ultrapassar essa parede, por isso não posso ver mais nada, com certeza deve ter alguém ou alguma coisa interferindo nos meus poderes. – Lin dizia com um ar de preocupação, mas seus olhos continuavam frios e sem emoção.
- Ok Lin, acho que seu contrato já está no limite, tome cuidado! – Kenji terminava de falar, e retirava seu tapa-olho. O olho direito de Kenji, era completamente vermelho e vazio, rapidamente ele colocava uma máscara e se preparava para sair do elevador, Kazuiya permanecia quieto, mas dava para perceber que sua expressão era preocupante, talvez ele estivesse assustado com os olhos de Kenji, mas por incrível que pareça, esse time é bastante difícil de decifrar.

- Agora a festa começa... – Terminando de falar, a porta do elevador se abria, dando a visão de um corredor de sangue e corpos espalhados. Kazuiya e Kenji não estavam sozinhos, e seu acompanhante não era alguém para se subestimar. Um homem de cabelos negros e face assustadora lambia o sangue de seus adversários e olhava para Kenji com um sorriso macabro.

Continua...
avatar
Cross
Administrador
Administrador

Mensagens : 31
Estrelas : 13
Data de inscrição : 23/04/2012

Ver perfil do usuário http://fanfic-online.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Rukasu em Sab Maio 19, 2012 11:14 am

:OMG: ficou bom. Tá, não é tão igual ao Darker than black, só a Lin. u_u

Tome cuidado com as reticências no lugar de outros pontos. Fora isso, gostei. ^-^
avatar
Rukasu
Administrador
Administrador

Mensagens : 17
Estrelas : 17
Data de inscrição : 18/05/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Cross em Sab Maio 19, 2012 5:10 pm

Festa de Sangue. Part 2

A noite continuava com seu ar sombrio e frio, os minutos se transformaram em horas, parecia que aquela noite duraria uma eternidade, o céu noturno começava a ficar nublado, as nuvens escuras se destacavam em meio à imensidão do céu, mas nem mesmo com toda aquela escuridão a Estrela de Pandora deixava de brilhar, pelo contrário, seu brilho agora estava bem mais forte.

Outra cena acontecia no prédio central, enquanto Kenji e Kazuiya se mantinham ocupados com um inimigo brutal, uma energia negra se manifestava no interior de uma sala, a porta fechada emanava tal energia de uma forma que nem mesmo o mais habilidoso contratante pudesse sentir.

-Merda! Como isso foi acontecer! Maldita organização! – De dentro da sala eram escutados os gritos de um homem, certamente ele estava bastante furioso, tanto que dava para ver as folhas de papeis, possivelmente anotações, e alguns bancos e cadeiras batendo na parede se quebrando, o homem pressionava suas mãos em uma mesa, se apoiando na mesma, numa tentativa de se acalmar... Ele bufava em desespero e o suor escorria pelo seu rosto.

-Como pude deixar isso acontecer? Depois de tantas pesquisas! Tantos sacrifícios! E foi tudo em vão? Eles vão me pagar... Todos eles irão me pagar! – Gritava o homem mais uma vez em fúria jogando mais papeis e outros objetos no chão.

- Se acalme Bradok-san. – Uma voz fria e tenebrosa surgia do nada, Bradok olhava para os lados procurando alguém, mas não encontrava nada. – Não se desespere hihi, eu estou aqui para lhe ajudar. – A voz voltava a ecoar nos ouvidos do cientista, Bradok novamente olhava para os lados a procura de alguma coisa, mas novamente era em vão. De repente uma pequena explosão acontecia, uma cadeira que estava caída no chão acaba se movimentando sozinha até o local da explosão, então um homem aparece sentado na mesma, e do seu lado uma garota estranha.

- Mas... Para eu te ajudar, você precisa me ajudar! - Após terminar a frase o homem dava um leve sorriso e olhava para Bradok.

Corredor do Hotel:

- Kazuiya, você sabe quem é esse cara? – Kenji perguntava para seu parceiro, sua voz saia de sua boca calmamente ignorando a situação perigosa em que se encontrava.

-Não faço ideia! Mas pela tatuagem no braço dele, parece ser um membro da Desert Wings... – Respondia Kazuiya friamente.

O ar do corredor estava bastante tenebroso, os três homens apenas se encaravam, o cheiro do sangue se espalhava pelo lugar banhado pela carnificina, dava para se perceber alguns seguranças caídos no chão, ainda vivos, mas não por muito tempo, sem piedade o contratante encharcado de sangue matava o resto dos seguranças e agora voltava seu olhar frio para Kenji e Kazuiya.

- Veja só, parece que duas pequenas moscas caíram na minha teia. – O homem dizia com um sorriso macabro no rosto, seus olhos mostravam claramente sua sede de sangue. – Bem não tenho interesse em insetos, se não quiserem morrer saiam daqui agora!

Ao terminar a frase o homem ficava parado esperando a reação de Kenji e Kazuiya, mas os dois não davam muita atenção para ele, e Kenji logo se virava para seu parceiro de time.

- Yusuke, parece que tem alguma coisa interferindo nos poderes da Lin. Deve ter alguma coisa atrás daquela porta, eu consigo sentir uma energia estranha fluindo desse prédio. – Kenji exclamava, Kazuiya escutava-o, mas não mostrava reação, simplesmente ficava parado observando a situação.

-Hum. Estão se fazendo de foda me ignorando né? Mas isso não funcionar! Vocês morrem agora! – O homem dizia soltando sua voz como um louco, então ele começa a correr na direção de Kenji.

- Esse cara é muito barulhento!

Kenji simplesmente virava para o lado deixando o inimigo passar na sua frente, mas o mesmo parecia estar atento na situação e colocava sua mão no chão e virando seu corpo na direção de Kenji, na tentativa de executar um chute, mas Kenji novamente desviava do ataque do oponente, dessa vez apenas saltando, logo após o salto o ruivo dava um mortal para trás e caia no chão.

- Há! Isso sim foi uma esquiva... Parece que vou me divertir um pouco com você! Chame-me de Star! – O homem passava a língua entre os lábios e olhava para Kenji com um olhar loucamente assassino.

- Kenji... Ele é um contratante, nenhum humano que se preze conseguiria fazer ataques tão precisos. – Exclamava Kazuiya.

- Eu já sei, mas ele não é um contratante qualquer, dá pra notar a energia negra nela, é estranha e fria. – Kenji dizia olhando fixamente para seu oponente.

- Hahaha! Bom, parece que vocês são espertos, também já sei que vocês são contratantes, pelo menos o ruivo parece ser um. Bem, eu lhe direi um pouco sobre mim. Eu assinei o Contrato de Hades, mais conhecido como o contrato do medo. – Exclamava Star com seu sorriso macabro.

- Hades? Os contratantes de Hades são os mais terríveis, dizem que o preço desse contrato é um dos mais horríveis e cruéis. – Murmurava Kazuiya um pouco assustado.

- Foda-se se o seu contrato é de Hades ou da puta que pariu! Não ligo para isso, só quero completar minha missão é ir pra casa. – Kenji dizia desviando seu olhar, fazendo um rosto descontraído.

- Moleque corajoso... Não sabe o que te espera! – Star terminava de falar e logo avançava em direção a Kenji, rapidamente ele desaparecia da vista de todos ali e voltava a aparecer atrás do ruivo, ele rapidamente preparava para atacar Kenji com um soco, mas mesmo de costas o ruivo desviava do ataque de Star, e logo virava para trás segurando uma pistola e apontando a mesma na direção da cabeça de Star.

- Bang! Sussurrava Kenji e logo disparava uma bala, que acertava Star fazendo o mesmo cair no chão.

- Tsc... Não esperava por isso, parece que vou ter que lutar sério contra você, mas antes, queria perguntar qual é o seu tipo de contrato? - Star se levantava limpando o sangue de sua roupa, a ferida causada pela bala rapidamente se fechava, e o mesmo olhava para Kenji com um sorriso estranho no rosto.

- Não te interessa! - Kenji dizia seriamente, logo o ruivo segurava sua pistola e calmamente observava seu inimigo.

Star aumentava seu sorriso com seu olhar louco, seus olhos ficavam completamente vermelhos, suas garras aumentavam e logo ele sumia da visão de Kenji, aparecendo atrás do mesmo, mas Kenji se virava para trás como se já soubesse os movimentos de Star e logo da uma serie de disparos contra o inimigo, mas todos eram em vão, Star desviava deles facilmente e logo aparecia a 10 metros de Kenji.

- Parece que vou me divertir mais que o esperado! - Exclamava o contratante maniaco por sangue.

Continua...
avatar
Cross
Administrador
Administrador

Mensagens : 31
Estrelas : 13
Data de inscrição : 23/04/2012

Ver perfil do usuário http://fanfic-online.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Sasha' em Dom Maio 20, 2012 2:25 pm

Surprised 10 kra, como sempre ta d+ curti muito *-*
Ansiosamente esperando pela continuação *-*
avatar
Sasha'
Administrador
Administrador

Mensagens : 1
Estrelas : 0
Data de inscrição : 25/04/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Mat Neba em Dom Maio 20, 2012 2:49 pm

vei... Na boa, tua fic é mt 10 continue assim '-'

Mat Neba
Administrador
Administrador

Mensagens : 7
Estrelas : 0
Data de inscrição : 19/05/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Pandora Contract

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum